Blog Arquivos

Pesquisa em Blog

Tinto

Douro (também referido como Alto Douro) é um vinho português da região centrada sobre o rio Douro, e tem o mais alto de vinho a classificação de Denominação de Origem Controlada (DOC). A região está associada a Produção de Vinho do Porto, e produz muito de vinhos de mesa, como faz vinho fortificado, e as principais variedades de uva incluem uvas pretas Bastardo, Mourisco Tinto, Tinta Amarela, Tinta Barroca, Tinta Cão, Tinta Roriz, Touriga Francesa, Touriga Nacional e uvas brancas, Donzelinho Branco, Gouveio, Malvasia Fina, Rabigato e Viosinho. A região demarcada do Douro está situado em torno do Vale do Rio Douro, é abrigada por ventos Atlânticos pela serra do Marão e de Montemuro e montanhas, e que tem um clima continental, com verões quentes e secos e invernos frios. O Douro é subdividida em três sub-regiões: Baixo-Corgo, Cima Corgo e Douro Superior. Os seguintes Vinhos do Douro seleção é composta por vinho tinto. O vinho tinto é um tipo de vinho produzido a partir de cor escura (preto) de uvas, e tem uma gama de cores, decorrentes da intensa cor violeta derivada típicas de vinhos jovens, de tijolo cor de vinhos maduros, e de cor marrom da maioria dos vinhos tintos mais velhos. A produção de vinho envolve a colheita de uvas à mão ou à máquina, destemming e esmagamento, envolvendo a mistura de indivíduo bagas, todo cachos, caules e folhas, originando a obrigação. O mosto é bombeado para um reservatório, ou de um tanque de aço inoxidável, ou de um carvalho, de iva, para a fermentação. Com o objetivo de evitar a oxidação, ele é adicionado Dióxido de Enxofre, quando as uvas chegam à adega, e alguns produtores preferem relaxar o necessário para cerca de 10°C (50°F), para permitir um período de pré-fermentação com maceração ("frio de molho"), de entre um e quatro dias. A inoculação e o processo de fermentação para iniciar a fermentação alcoólica, em que os açúcares presentes no mosto são convertidos em álcool com o dióxido de carbono e calor como subprodutos. Após esse processo, ocorre a separação de sólidos e líquidos de fases, onde as peles flutuar para a superfície, formando uma tampa. A fermentação produz calor e precisa ser controlada por diferentes sistemas de refrigeração para espreitar a temperatura de 25 a 28°C; 77-82.4°F. A densidade e a temperatura de fermentação é verificada uma ou duas vezes por dia, com o objetivo de ser proporcional ao teor de açúcar, caindo cada dia, assim como o açúcar é convertido em álcool. Um segundo microbiológica de transformação, geralmente tem lugar após a fermentação alcoólica dos vinhos tintos, e o vinho tinto é geralmente atormentado (decantado) fora de seu abrigo (células de leveduras mortas e outros sólidos). Mais vermelho do vinho é envelhecido em aço inoxidável de concreto ou tanques, ou em pequenos ou grandes barris de carvalho por um período de tempo antes do engarrafamento, mas isso pode variar de alguns dias, até 18 meses ou mais. Finalmente, o vinho tinto passar através de sofrer penalidades, que é projetado para esclarecer o vinho e, às vezes, para corrigir falhas, tais como o excesso de tanino e, em seguida, são filtrados para eliminar qualquer resto de células de levedura e bactérias e, em seguida, engarrafada.

Existem 587 produtos.

Mostrando 1-30 de um total de 587 artigo(s)

Filtros ativos